Liberação de apostas poderá ajudar clubes a saldar dívidas - FutebolGaúcho.com - Aguerrido e Bravo

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Liberação de apostas poderá ajudar clubes a saldar dívidas

Apostas via internet ainda carecem de regulamentação, 
o que impede o faturamento dos clubes

Ao mesmo tempo em que as dívidas dos clubes de futebol não param de crescer, ganha espaço a proposta de regulamentar as apostas em jogos de futebol no país. Com dívidas que superam os R$ 4 bilhões, as equipes brasileiras, atualmente, não lucram sequer um centavo com a atividade, que movimenta milhões de dólares ao redor do mundo e poderia solucionar os problemas financeiros de grande parte dos clubes do país. O principal problema é o fato da atividade não ser regulamentada no país.

Neste sentido, parlamentares já estudam liberar as apostas via internet no futebol, como uma forma de auxiliar os clubes a colocarem seus débitos em dia. A idéia da regulamentação foi debatida em audiência, onde deputados, dirigentes e especialistas em mercado do futebol concordaram que, na situação em que os clubes estão não há luz no final do túnel. Só em dívidas com o governo (impostos, contribuições previdenciárias e trabalhistas), os clubes devem cerca de R$ 1,9 bilhões. E esse valor, ano após ano, vem subindo, mesmo após a criação da Timemania.

Torcedores brasileiros, que cada vez mais buscam por sites de apostas e casino online como forma de entretenimento, aliado a possibilidade de ganhar dinheiro, poderão também, desta forma, auxiliar financeiramente seu clube. Estima-se que, caso aprovada a regulamentação, as apostas online poderiam render cerca de R$ 1,2 bilhões anuais para o futebol nacional (dez vezes mais do que hoje é repassado pela Timemania).

A regulamentação das apostas em jogos no país poderá ser feita com a alteração da lei da própria Timemania. Para isso, um novo projeto precisa ser aprovado pela Câmara e pelo Senado. Depois, a Presidência da República precisará sancionar a lei para que ela entre em vigor.